Sem Categoria

Resenha: Silêncio

silencio2

Se você for uma pessoa esperta, já vai sacar de cara o motivo do livro se chamar Silêncio. Ou, é claro, se você ler o resumo (coisa que eu não faço vidaloka, hahaha). Eu, como sou meia lerdinha (lol), só fui sacar lá pela terceira página. Comecei a ler, e os diálogos começaram a surgir e eu pensei: “que estranho, não colocaram nenhum símbolo pra identificar a fala.” Quando, finalmente, a luz surgiu, hahaha. Os personagens não estavam FALANDO! Fiquei chocada depois de entender que todas as pessoas que estavam sendo apresentadas ali, eram surdas!

Então, obviamente, que não haveria nenhum travessão ou aspas para indicar a fala, hahaha. Ficando claro o significado do título do livro. O mais incrível é que, mesmo você lendo, é possível “sentir” o silêncio. Achei isso sensacional. Eu lia as palavras, mas o simples fato de não haver um travessão na frente, fez com que as palavras não criassem voz na minha cabeça. AMEI!

Então estamos em um povoado isolado no topo de uma montanha onde todos são surdos e, alguns, no estágio inicial da cegueira. Logo quando vi a capa do livro, imaginei uma história com uma vibe bem chinesa tradicional, kimonos, gueixas… Bom, não temos gueixas, mas o resto é o que se espera: castas, túnicas, ideogramas, etc. Hahaha.

silencio

Silêncio exemplifica bem o tipo de livro que eu mais amo ler. Apesar de ser um ambiente que não estamos acostumados, ele não nos enche de detalhes descritos do local. A autora dá pequenas informações e, aos poucos, podemos ir “preenchendo as lacunas” na nossa mente. Então, cada pessoa pode imaginar um povoado diferente. Diferente de livros que descrevem demais o espaço e todos são “forçados” a imaginar a mesma coisa.

Viver um dia depois do outro já não basta. Tem que haver algo mais nesta vida, algo mais que se possa esperar.

A história do livro é bem leve, fácil e rápida de se ler. Tem aventura, ação e romance na medida certa. Outro ponto que eu gosto bastante em livros desse gênero. O romance não é o foco principal, mas ele existe o suficiente para me fazer shippar Fei e Li. <3 E os personagens, apesar de poucos, são muito apaixonantes. Não tem um que você consiga odiar. “Mas, e o vilão?!” Bom, o que posso dizer sem dar muito spoiler, na minha opinião, o grande vilão da trama é o tempo.

Não sei se haverá uma continuação, mas eu gostaria muito que sim. Pois ao final da história só fiquei mais apaixonada por esse livro fantástico. Quero muito saber mais sobre os Pixius e o futuro do povoado. Mas uma coisa posso garantir, o final não decepciona! Essa leitura vale cada segundo. <3

 

Share:
Post Anterior Próximo Post

Posts Relacionados

2 Comentários

  • Responder Beatriz Aguiar

    Caracas, que doideira. Então o que existe no livro são os pensamentos dos personagens?
    E como assim tu és vidaloka e não lê as sinopses? HAHAHAHAHAH
    Fiquei muito curiosa com esse livro, pena eu ter uma fila interminável pra ler e ter dado uma certa relaxada na minha leitura :((( mas vai mesmo assim pra minha próxima lista de compras.
    Gosto de livros que me tragam algo novo e esse sem dúvida trará.

    Um beijo, Dani!

    19 de julho de 2016 at 11:33
    • Responder Daniella Santos

      Entãoo Biaa, é o que eu pensava, até me ligar que eles estavam conversando em linguagem de sinais, HAHAHA.
      E sim, sou vidaloka, hahaha. Mas a maioria das vezes eu leio a primeira vez, pra ver do que se trata, mas depois esqueço, haha.
      Super recomendo viu, é uma leitura bem boa, rápida e amorzinho! <3
      Beijooos <3

      19 de julho de 2016 at 21:33

    Responder