Browsing Category:

Sem Categoria

    Sem Categoria

    5 Coisas que espero do meu intercâmbio na Disney

    Foto: Pixabay

    “Oi sumida!”Alôoo! Sim, estou sumida. A menos que você viva numa bolha, já deve estar sabendo que vou trabalhar na Disney! Por isso, minha vida anda uma loucura! Estou chegando na reta final, faltam duas semanas para o meu embarque e estou correndo igual louca para terminar o semestre na faculdade! Mas não queria deixar o blog as moscas então, antes da viagem, vai ter mais alguns posts sim! No post de hoje vou falar sobre as 5 coisas que eu espero que aconteçam enquanto eu estiver lá, não é necessariamente uma bucket list (esse post vai vir) mas, também, não deixa de ser, hahaha.

    1. Ser surpreendida

    Conheci o ICP (veja post sobre aqui) há uns 5 anos. Então, foram 5 anos pesquisando tudo, lendo sobre cada detalhe, vendo e sonhando com cada vídeo. Mesmo que cada ano mude alguma coisa, tenha alguma novidade, eu acabava vendo como funciona o programa pelos olhos de brasileiros e de estrangeiros,  o “básico” dá coisa a gente acaba conhecendo. Então, uma das coisas que espero é ser surpreendida, pra dizer “uau, eu não esperava por isso”. Tenho quase certeza que isso vai acontecer, porque não importa o quanto a gente se informe, é diferente viver uma experiência dessa com os próprios olhos.

    2. Fazer amigos internacionais

    Isso é algo que esse programa da Disney proporciona aos montes! Pois tem gente de todo canto do planeta trabalhando lá. Acho extremamente fascinante conhecer a cultura e o jeito das pessoas (até mesmo dentro dos diferentes estados do Brasil) então, espero poder fazer amigos internacionais para trocar essas experiências, poder ver como nossos países podem ser diferentes ou parecidos.

    3. Sair da minha zona de conforto

    Se essa lista fosse um “top 5”, esse estaria em 1º lugar. Tenho MUITO problema para sair da minha zona de conforto, e eu sei disso. Percebo na minha vida, quantas pessoas eu deixei de conhecer e fazer amizade, ou até de ter experiências diferentes pois tive medo do que poderia acontecer depois. “O que vão pensar de mim se eu fizer isso?”, “Será que eu puxo conversa com essa pessoa na fila?” ou “Será que vou fazer isso certo? Acho melhor não fazer.” são coisas que quero abolir da minha vida na Disney. Quero me jogar, sem medo do que pode acontecer, do que as pessoas vão pensar. Se eu errar, errei. Mas, pelo menos, vivi. O que nos leva a…

    4. Me tornar uma pessoa melhor

    A vibe da Disney, só quem já foi sabe. É indiscutível que lá é um lugar diferente. As pessoas sorriem mais, as pessoas tem preocupações mas lá elas conseguem enxergar que tudo tem solução, que sonhos podem, de fato, se tornarem realidade. Ao sair da minha zona de conforto, espero me tornar uma pessoa melhor, que é capaz de sorrir mesmo com as preocupações do dia-a-dia, que consegue enxergar o mundo fora do próprio corpo. Viver, mesmo quando eu voltar, com a vibe Disney dentro de mim.

    5. Fazer um ou vários magical moment

    As pessoas pagam muito caro para visitar os parques da Disney, por isso, elas querem lembranças memoráveis de suas viagens. Magical moment é quando algo acontece que supera às expectativas do guest (visitante) na Disney. Pode ser um gesto simples, como dar um adesivo a uma criança, ou algo grande, como deixar uma família passar sem fila para conhecer o Mickey. Existem diversos magical moments que podem ser feitos e são esses magical moments que fazem a Disney ser a Disney. São esses magical moments que criam as lembranças memoráveis para os guests. Como pude ver esses magical moments de perto (tanto para outras pessoas como para mim mesma), agora terei a oportunidade de fazê-los eu mesma. Espero muito poder tornar memorável a viagem de alguém. <3

    Share:
    Sem Categoria

    Resenha: Silêncio

    silencio2

    Se você for uma pessoa esperta, já vai sacar de cara o motivo do livro se chamar Silêncio. Ou, é claro, se você ler o resumo (coisa que eu não faço vidaloka, hahaha). Eu, como sou meia lerdinha (lol), só fui sacar lá pela terceira página. Comecei a ler, e os diálogos começaram a surgir e eu pensei: “que estranho, não colocaram nenhum símbolo pra identificar a fala.” Quando, finalmente, a luz surgiu, hahaha. Os personagens não estavam FALANDO! Fiquei chocada depois de entender que todas as pessoas que estavam sendo apresentadas ali, eram surdas!

    Leia Mais

    Share: